Guia definitivo das siglas de rastreamento veicular

siglas de rastreamento

O rastreamento veicular permite analisar diversos dados, como o consumo de combustível, a frenagem excessiva e a localização de veículos furtados, por exemplo. Com a expansão deste segmento, principalmente pelos altos índices de roubos de carros no país, apostar no mercado de rastreamento veicular pode ser bastante promissor. Mas, para isso, você precisa de parceiros confiáveis que possam oferecer o serviço de qualidade desejado.

Também é essencial conhecer bastante este segmento para mostrar conhecimento aos clientes e possíveis parceiros. Assim, entender os significados das siglas de rastreamento e outros termos utilizados por quem atua nesta área é o primeiro passo nesta jornada.

Diante desta realidade, a TNS surge como um dos maiores players do segmento de serviços M2M, com tecnologias modernas capazes de aperfeiçoar e otimizar os processos das empresas de rastreamento veicular.

Sabemos que este universo é cercado de siglas de rastreamento e termos técnicos que, muitas vezes, as pessoas nunca ouviram falar.

Por isso, criamos este guia definitivo das siglas de rastreamento veicular, a fim de explicar o significado dos termos usados no mercado e que você precisa conhecer.


A relação da TNS com empresas de rastreamento

Primeiramente, você já conhece a TNS?

Nós oferecemos amplas soluções para o mercado de rastreamento, desde a venda de rastreador, chip M2M embarcado e plataforma LSM, que é o grande diferencial da TNS para a gestão de transmissão de dados.

Com ela, é possível otimizar processos e reduzir custos, tornando sua empresa operacionalmente mais efetiva e lucrativa. Ou seja, vamos muito além da venda de SIM Card.

E, além disso, temos como diferencial um Suporte 24x7x365. Ou seja, você não precisa se preocupar em montar uma estrutura de atendimento, contratar profissionais especializados e garantir um excelente atendimento, porque nós já fazemos isso pela sua empresa. Assim, você terá a tranquilidade de que os seus clientes não ficarão na mão no momento em que mais precisam.

Confira abaixo este levantamento super completo que criamos com siglas e termos técnicos do mercado de rastreamento veicular.

Siglas de rastreamento


  • API: conjunto de padrões que fazem parte de uma interface e que permitem a troca de informações entre sistemas, de modo padronizado e eficiente, possibilitando interações.


  • APN: sigla de Access Point Name, em inglês, que significa Ponto de Acesso. É uma configuração de conexão que permite realizar o controle de acesso à internet. Todo dispositivo que utiliza a rede GPRS (2G, 3G, 4G) precisa de uma APN para acessar a internet.


  • AVL: sigla para Automatic Vehicle Location ou, em português, Localização Automática De Veículos. Define sistemas onde a tecnologia GPS é utilizada para o monitoramento de veículos.


  • ERBs: sigla para Estação Rádio Base, ou estrutura de antenas de uma operadora, que permite que você fique conectado mesmo enquanto se desloca pela cidade, mudando de antena dependendo da região.


  • GPRS: sigla para General Packet Radio Services ou, em português, Serviços Gerais de Pacote por Rádio. É a tecnologia que permite a transição de dados de dispositivos como smartphones e tablets.


  • GPS: sigla para Global Positioning System ou, em português, Sistema de Posicionamento Global, usado para saber, através de um satélite, a localização de um aparelho móvel 24 horas por dia.


  • GSM: sigla para Global System for Mobile Communications 2G, ou Sistema Global para Comunicações Móveis, é uma tecnologia para dispositivos móveis.


  • ICCID: sigla para Integrated Circuit Card Identifier, em português, Identificação do Cartão de Circuito Integrado, ou seja, o número de identificação do SIM Card que vem estampado no próprio plástico e configurado no perfil elétrico.


  • IMEI: é um número único que identifica cada dispositivo. Normalmente, ele fica impresso na parte interna do compartimento da bateria ou na caixa do aparelho, em uma etiqueta adesiva.


  • IoT: sigla para Internet of Things ou, em português, Internet das Coisas, que é um conceito em que objetos físicos, usados no cotidiano, são conectados à internet. No rastreamento de frotas, por exemplo, permite coletar dados, armazenando-os em softwares desenvolvidos para essa função e cruzando informações para favorecer tomadas de decisões inteligentes.


  • MSISDN: sigla para Mobile Station International Subscriber Directory Number, em português, Número Internacional de Diretório do Assinante da Estação Móvel. É o número da linha que os usuários utilizam para se comunicar.


  • M2M: também chamada de Machine to Machine ou Máquina-a-Máquina, refere-se a toda tecnologia que permite que dispositivos em rede troquem informações e executem tarefas.


  • MNO: sigla para Mobile Network Operator, ou, em bom português, uma Operadora de Rede Móvel. Também conhecidas como operadoras de telefonia móvel ou operadoras de rede móvel, elas fornecem serviços de comunicação, possuindo uma infraestrutura de telecomunicações completa para hospedar e fornecer serviços para o usuário final.


  • MVNO: sigla para Operadoras Móveis com Rede Virtual, são empresas que alugam cobertura de celular e largura de banda de dados de grandes operadoras. Utilizam a estrutura física dessas operadoras e possuem sua estrutura de rede virtual própria, que permite o controle e a oferta do serviço, assim como uma MNO.


  • VPN: sigla para Virtual Private Network ou Rede Privada Virtual. Permite uma ligação encriptada entre os pontos ou redes, possibilitando que as informações estejam sempre disponíveis a qualquer pessoa que tenha acesso e que seja possível acessar os dados de qualquer lugar, e em qualquer horário.


  • 2G/3G/4G/5G: gerações de tecnologia de comunicação, cada uma com maior velocidade de acesso.

Termos

  • APN Privada: APN própria que permite saber o volume de dados que cada SIM Card utiliza, efetuar a cobrança de forma correta, controle do acesso à internet e segurança da informação.


  • APN Pública: não permite o controle, colocando o SIM Card diretamente na internet sem qualquer restrição de acesso ou possibilidade de configurar e controlar a cobrança por uso de dados.


  • Aquisição de Dados: integração física e lógica com as máquinas para coleta de informações.


  • Área de sombra: ausência de sinal da Rede GSM por presença de barreiras físicas como prédios, shoppings ou, simplesmente quando estamos muito longe da antena da operadora. A ausência de sinal em alguns casos pode ocorrer devido aos fatores técnicos dentro da área de cobertura.


  • Banda Larga: é a forma de acesso mais usada atualmente, sendo caracterizada por ter alta velocidade (igual ou superior a 128 kbps), de modo ininterrupto e sem usar a linha telefônica. Se a sua empresa precisa de uma conectividade com pacote de dados acima de 100MB, os pacotes de banda larga na TNS são uma excelente solução de conectividade para seu negócio, com pacotes de 300 MB até 100GB, além de outras opções que podem ser consultadas com nosso time comercial.


  • Botão de Pânico: trata-se de um dispositivo que é instalado no interior do veículo e permanece integrado com todo o sistema de rastreamento. O objetivo é fazer com que o motorista, ou outro usuário, consiga avisar que algo inesperado está acontecendo e que precisa de socorro.


  • Bloqueio de veículo: opção de rastreador veicular com bloqueio de veículo amplamente utilizado pelas empresas de rastreamento, que permite que o cliente bloqueie seu próprio veículo pelo celular via aplicativo, cortando a comunicação entre a ignição e a bomba de combustível.


  • Cerca virtual: a cerca virtual é um recurso que permite emitir alerta quando o veículo ultrapassar determinada área. Esse é um serviço bastante útil para empresas que gerenciam frotas e entregas.


  • Chip M2M: serve para possibilitar o tráfego de dados entre máquinas por meio da rede GPRS. Um chip de telemetria é parecido com um chip comum de celular, porém é mais robusto. Ele precisa ser mais resistente por conta do local onde será utilizado, como, por exemplo, quando fica em dispositivos a céu aberto, sob chuva, sol, oscilações de temperatura, perto de motores e maquinários que vibram e aquecem.

     

  • Conectividade: disponibilidade de um dispositivo para ser conectado a outro ou a uma rede. No campo da computação, a conectividade de um computador é dada por sua capacidade de conectar-se a uma rede como a internet ou outros equipamentos e periféricos.


  • Dados móveis: serviço de internet que as operadoras de telefonia móvel disponibilizam para seus usuários e que podem ser utilizados em diversas aplicações, como o uso da internet móvel no celular, comunicação entre máquinas e Internet das Coisas.


  • Dispositivo: hardware ou equipamento a ser conectado, ou seja, a parte física. No caso do mercado de rastreamento veicular, estamos nos referindo ao aparelho rastreador.


  • Gestão de dados: é uma disciplina relacionada ao campo dos negócios, que confere às empresas a capacitação, recursos e ferramentas necessárias para administrar suas informações e o tráfego de dados dentro de um ambiente de rede. Tão importante quanto ter um bom software para realizar o rastreamento dos veículos, é escolher a melhor plataforma de gestão para a transmissão de dados, portanto, não deixe de conhecer todas as vantagens da nossa Plataforma LSM.


  • Homologado: refere-se a equipamentos que possuem a chancela obrigatória da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para poderem ser comercializados no mercado nacional.


  • Hodômetro: permite visualizar e totalizar a quantidade de quilômetros percorridos e, através de relatórios e gráficos específicos, analisar a atividade mensal, diária e horária dos veículos.

  • Horímetro por ignição: permite visualizar e totalizar a quantidade de horas/minutos de atividade dos veículos monitorados e, por meio de relatórios e gráficos específicos, analisar a atividade mensal, diária e horária dos veículos.


  • IMEI Lock: função que está disponível para quem possui uma conta na plataforma LSM, permitindo que o gestor atrele um SIM Card a um dispositivo pelo seu número de IMEI.


  • Machine Learning: em português, aprendizado de máquina, é uma tecnologia pautada no uso de sofisticados algoritmos e análises para informações aprofundadas e rápidas, gerando insights para decisões de negócio mais assertivas.


  • Mapas: mapas atualizados permitem que o rastreador emita informações como pontos de referências, consulta de ruas, avenidas e suas numerações de forma correta. Os mapas também ajudam na preparação de rotas e no armazenamento do histórico da trajetória do veículo.


  • Modelo de rastreador: é o nome dado a cada dispositivo rastreador. Na TNS, você pode adquirir o modelo GV50 da Queclink, um rastreador GPS, homologado pela Anatel, projetado para uma ampla variedade de aplicações - rastreamento de veículos e de ativos como máquinas, por exemplo.


  • Monitoramento veicular: permite acompanhar a localização de um veículo em tempo real. Quando se tem uma entrega para fazer, por exemplo, é através do monitoramento que será possível identificar atrasos e problemas de percurso para atualizar o cliente sobre data e horário de entrega.


  • Operadora de Telefonia Móvel: as operadoras de telefonia no Brasil são empresas que possuem a concessão da Anatel para oferecer os serviços de telecomunicações no Brasil.


  • Plano de dados: é a parte do contrato de telefonia e internet em que a operadora lista a quantidade de informações que o usuário poderá enviar e receber via rede em um determinado período.


  • Plataforma: é o software que utilizamos para “interagir” com as informações ou dispositivos. Por exemplo: no caso da navegação na internet, utilizamos um navegador como o Internet Explorer.


  • Plataforma LSM: plataforma de gestão de dados desenvolvida pelos engenheiros da TNS no Brasil, que possuem total autonomia para criar funcionalidades customizadas para cada cliente. Ela promove flexibilidade na transmissão e gestão de dados M2M dos seus equipamentos, com o intuito de tornar a gestão mais fácil por meio de relatórios gerenciais para controle das linhas contratadas e dados trafegados, informações sobre a base de dispositivos instalados, controles que auxiliam na redução de custos, links dedicados com elevado grau de segurança, alta performance e maior precisão na aferição de volume de dados.


  • Rastreador veicular: dispositivo que faz o rastreamento de veículos e frotas por meio de tecnologias de comunicação entre máquinas (M2M).


  • Rastreamento veicular: é o rastreamento feito com o uso de dispositivos rastreadores, e também um mercado em franco crescimento no Brasil.


  • Relé para bloqueio: é um interruptor eletromecânico que permite ou não a passagem de corrente elétrica. No caso de um bloqueador veicular, esse relé é ligado na bomba de combustível que interrompe a liberação do fluxo de combustível.


  • SIM Card: sigla em inglês para Subscriber Identity Module, em português, Módulo de Identificação do Assinante, também conhecido como chip. É um circuito impresso do tipo cartão inteligente utilizado para identificar, controlar e armazenar dados de telefones celulares com tecnologia GSM.



  • Sistema de alerta: sistema no qual o operador identifica anormalidades. É um item muito importante para garantir o fornecimento de um serviço com segurança tecnológica.


    • Suporte técnico: equipe técnica que recebe dúvidas, dificuldades e pedidos de suporte por parte dos clientes. O suporte realiza o NOC (Network Operations Center), também conhecido como Central de Operações de Rede, um serviço interno que atua de forma preventiva e proativa, com objetivo de manter o ambiente de rede o mais estável possível.

      No NOC são realizados o monitoramento e a gestão de eventos através de softwares específicos que permitem atuação ágil para os alertas gerados. Por isso, contar com fornecedores confiáveis com suporte composto por uma equipe 100% qualificada para atender todas as demandas técnicas e atendimento 24x7x365 é um grande diferencial competitivo.

    Deixe seu comentário, crítica ou sugestão


    Ao acessar o nosso site, você concorda com o uso de cookies para analisar e produzir conteúdo e anúncios adaptados aos seus interesses. Leia nossa Política de Cookies.